Confissões de um coração rebelde…

Composição: Eddie Vedder

Preto

Panos de tela vazios
Camadas de argila intocadas
Estavam espalhados frente à mim, como um dia o corpo dela esteve
Todos os cinco horizontes giravam ao redor de sua alma
Como a terra ao redor do sol
E agora o ar que eu provei e respirei, foi revezado

E o que eu ensinei a ela foi tudo
Eu sei que ela me deu tudo que ela pôde

E agora minhas mãos cortadas tremem sob as nuvens. O que era tudo aquilo?
Todas as pinturas estão sendo lavadas em preto
Tatuando tudo

Eu dou um passeio lá fora
Eu estou cercado por algumas crianças brincando
Eu posso sentir suas risadas, então por que eu me entristeço?
E giram pensamentos em círculos ao redor da minha cabeça
Eu estou girando, oh, eu estou girando
Quão rápido o sol, pode afastar-se

E agora minhas mãos machucadas embalam vidros quebrados, O que era tudo aquilo?
Todas as imagens estão sendo lavadas em preto
Tatuando tudo…

Todo amor virou mal
Levando o meu mundo pro escuro
Tatuando tudo o que vejo
O que sou
O que serei

Eu sei que um dia você terá uma vida maravilhosa
Eu sei que você será como uma estrela
No céu de um outro alguém
Mas por que?
Por quê?
Por que não poderia?
Por que não poderia ser no meu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: