Confissões de um coração rebelde…

Só o Amor mudará essa realidade

E esse mundo que você quer deixar de herança para seus filhos?

Um mundo onde mulheres são tratadas como coisas, propriedades e não pessoas. Onde não tem direitos, muito menos em igualdade aos homens, simplesmente pelo fato de serem mulheres. Mulheres sem voz, sem defesa, sem poder e sem direito de opinar. Mundo esse onde uma mulher é condenada a morte por apedrejamento por supostamente ter cometido adultério. Absurdo esse mais uma vez sustentado pela eterna “obediência” religiosa.

Um mundo onde amar alguém do mesmo sexo é chamado de aberração, pecado, blasfêmia… E quem ama alguém do mesmo sexo é visto como criminoso e muitas vezes se vê forçado a viver na margem da sociedade, ou pior, tirar a própria vida. Mundo cego, surdo e mudo que finge não ver e não se importar com todas essas atrocidades.

Um mundo que não sabe respeitar que cada um possa ter sua própria visão de Deus e tenta impor a força aquilo que considera sua verdade. Um mundo onde não se pratica um dos maiores ensinamentos de cristo que é o amor, mas ao contrário, se mata usando seu nome e usa-se como desculpa os textos da bíblia, interpretados com ódio, preconceito e intolerância.

Um mundo onde se paga pelas suas origens. Onde a cor da pele vale mais do que o caráter e os sentimentos. Um mundo tolo onde algumas raças sentem-se no direito de subjulgar, humilhar, explorar e exterminar outras.

Um mundo onde vale tudo a qualquer preço, desde que se lucre com isso. Exporam o ser humano, mentem, enganam, matam sonhos. Destroem o próprio meio ambiente, soberbos e crentes de que estão acima do bem e do mal.

Um mundo de mentiras, desigualdade, preconceitos, exploração e ilusão.

Um mundo que não valoriza o “quem se é” mas sim “o que se possuí”.

Mundo esse que simplesmente não vê, que somos sim todos iguais. Não importa o exterior, a pele, a religião, o sexo ou sexualidade. Por dentro todos somos exatamente iguais, temos um coração que bate da mesma forma, temos sonhos e esperanças. Somos todos Seres Humanos e era somente isso que deveria contar.

Não temos o direito de julgar, discriminar, maltratar ou condenar ninguém. Nosso único direito, nato e absoluto é amar e respeitar.

O mundo precisa de uma corrente de amor, precisa de tolerância, respeito, luz e paz. Precisamos unificar nossas forças enquanto ainda é tempo e enquanto a esperança ainda tilinta, mesmo que quase apagada. Enquanto ainda temos tempo para fazer do mundo da intolerância e da dor, o mundo da igualdade e do amor para nossos filhos.

Ame, respeite, seja e deixe ser.

Por RebelHeartBR 

Anúncios

Comentários em: "Chega de Intolerância! Quero um Novo Mundo!" (4)

  1. Não tem maior violência que o preconceito. E respondendo a primeira pergunta… As vezes eu oenso seriamente se vale a pena que eu tenha filhos, sabe?… =[

    • Verdade Raquel… As vezes tb mepergunto se é justo com as crianças traze-las nesse mundinho que a gente está construindo hj, por isso precisamos melhorar e muito a maneira como tratamos e enxergamos uns aos outros e o próprio planeta.

      bjokas

  2. Olá! Passando pra dizer que curti bastante seus comentários no iloveaguilera, espero que continue contribuindo e comentando! Posso perguntar como nos conheceu?

    • Que bom q vc gostou, eu sempre gostei muito da Chris e achei seu blog super completo e atualizado.
      Eu encontrei ele por acaso, quando estava procurando um link para baixar o trailer de burlesque, mas ainda bem q achei.

      Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: