Confissões de um coração rebelde…

Posts marcados ‘amor ao próximo’

Viver a Páscoa

Imagem

Há muitos anos atrás, um homem mudaria o mundo com suas atitudes. Seu nome era Jesus.

Jesus veio a esse mundo para nos ensinar sobre o verdadeiro amor… Durante toda sua vida ele se doou. Ajudando os mais necessitados, levando palavras de conforto e semeando a paz por onde passava.

Sua mensagem sempre foi muito clara: Ele praticava e estava aqui para nos ensinar sobre o AMOR e suas vertentes… Ele andou entre nós para que seguíssemos seu exemplo de doação, caridade e bondade.

Estamos entrando em uma época de tribulações mundiais. Muitos falsos profetas e salvadores já caminham entre nós disseminando ideias e conceitos que tem apenas um objetivo: Transformar-nos em pessoas individualistas, superficiais, ingratas e egoístas.

O mal sabe que um mundo de pessoas unidas em torno do bem, da paz e do amor maior jamais permitiria que ele se estabelecesse e dominasse as nações e o coração da humanidade, por isso vem há muito tempo colocando na mente e no coração daqueles de pouca fé os ideais do egoísmo, tornando nosso mundo cada vez mais frio, impessoal e fazendo com que as pessoas prezem mais pela aparência, pelo materialismo e que dessa forma fiquem alheias aos eventos devastadores pelos quais nosso mundo vem atravessando, com o aumento da fome, das guerras, da intolerância e do ódio.

Os disseminadores desse mal farão de tudo para nos afastar do caminho do bem. São pessoas de aparência confiável, usam palavras amáveis e tentarão nos convencer de sua visão prometendo uma vida fácil, livre de responsabilidades e consequências.

A maior diferença entre um verdadeiro sábio e um disseminador do mal é que o sábio, assim como Jesus, ao nos ensinar e aconselhar deixa bem claro que nós somos responsáveis por aquilo que fazemos e pelas consequências de nossas atitudes, enquanto os disseminadores do mal para massagear nosso ego e nos tornar pessoas egoístas e individualistas colocam a culpa e a responsabilidade por tudo que ocorre em nossas vidas nas costas de outras pessoas ou situações. Ao massagear o nosso ego nos tirando essa responsabilidade ele nos desvia de todos os ensinamentos verdadeiros do amor e do bem maior. O mal ganha seu coração falando o que você quer ouvir.

O mal não gosta de ser desafiado, não suporta nossas orações e nossos atos de amor, e vai tentar de todas as maneiras que puder, nos afastar desse caminho, seja através de falsas promessas de uma vida fácil ou nos afastando de qualquer pessoa que possa atrapalhar seus planos de dominação da humanidade.

Em momentos como os que estamos atravessando, é mais importante do que nunca que o amor, a fé, a bondade e a caridade sejam as constantes em nossa vida. Jesus deu a nós esse exemplo. Ele nunca foi egoísta, nunca pensou só em si quando tomava uma decisão ou atitude, nunca deu as costas a um amigo ou a uma pessoa necessitada… Ele fez o sacrifício maior, Deus nosso pai lhe pediu se ele estaria disposto a dar sua vida para nos salvar, e ele o fez… Jesus morreu na cruz por todos nós. Para que eu e você não precisássemos sofrer. Ele escolheu o caminho do bem, do amor e da caridade.

Ao fazer isso, Jesus se tornou um dos maiores exemplos do poder maravilhoso do amor e da luz. Seu exemplo é enaltecido até os dias de hoje por todos aqueles que compreendem verdadeiramente o valor e a importância de sua atitude ao dar a sua vida pela nossa.

Independente de sua religião o crença, uma coisa é inegável: Ele fez isso por você. Ele fez isso por amar você e ele faria tudo de novo se fosse preciso.

Sempre admirei muito Jesus, pois seu coração e o seu amor guiaram seus passos e fizeram dele o homem mais bondoso de todos os tempos.

Que nessa Páscoa nós possamos refletir sobre o exemplo de Jesus. Sobre seu amor e sua bondade para com o próximo, sobre suas lições sobre o amor, a compaixão e a caridade.

Ele nos ensinou o caminho, nos mostrou que juntos em comunhão com o Amor e com o Bem somos mais fortes e só assim venceremos o mal que se alastra pelo mundo.

Sejamos fortes então, não nos deixemos cair na tentação do caminho do mal, da vaidade, das aparências, da superficialidade, da individualidade e do egoísmo. Trilhar esse caminho é permitir que o mal se estabeleça e vença a luz e o bem. Não podemos permitir isso.

Feliz Páscoa a todos vocês meus amigos. Que todos nós possamos ser espelhos verdadeiros de Jesus, ajudar aos nossos irmãos, sermos pessoas boas de coração, gratas, verdadeiras e caridosas. Que possamos dar valor as pessoas e coisas boas que Deus coloca em nosso caminho e não permitir jamais que a voz do mal nos afaste delas. Que sejamos verdadeiramente gratos aqueles que nos auxiliam na caminhada e que querem verdadeiramente nosso bem, mesmo que as vezes para isso digam coisas que não nos agradem.

E o mais importante de tudo, que ao ler essa mensagem, Deus nosso Pai possa tocar seu coração, dar clareza a sua mente e abrir verdadeiramente seus olhos para que você veja o quanto é importante para Deus e que ele precisa de você para se unir as correntes do amor, da bondade, da fé, da compaixão e da caridade. Que seus olhos sejam abertos e libertos de toda influência exercida pelo mal e que você consiga enxergar as coisas como são de verdade.

Fiquem com Deus, amem, perdoem e peçam perdão, sejam gratos, arrependam-se e sejam felizes no amor que Cristo ensinou a todos nós…

Beijos,

Karina (31/03/2013)

Você é o que você veste?

Começo ressaltando muito bem que esse NÃO é um post para criticar a moda, a opção de vestuário de cada um e nem quem ama esse universo, uma vez que eu também sou mulher e adoro me arrumar quando vou sair e amo uma roupa bonita… Mas esse post é na verdade sobre a maneira como muitas vezes definimos outra pessoa pelo seu jeito, aparência ou especialmente pelo que ela veste…

Recentemente ouvi alguns comentários sobre isso e tais comentários me fizeram refletir… O comentário em questão era sobre a roupa que um pai de uma formanda usou no dia da formatura da filha…

Uma amiga vai ser formar e irei participar de sua formatura… A comissão fez a exigência do traje, social: homens de terno e gravata e mulheres de longo ou longuete… Sem excessões, se estiver fora desse “padrão” será impedido de entrar no salão… Tudo bem, até entendo que a ocasião é muito especial, pra mim é pelo menos, pois meu amorzão estará colando grau e desejo muito dividir esse momento com ela, então, de forma nenhuma iria vestida malfadada ou mulambenta, afinal tenho senso de ridículo…

Mas, o que motivou tamanha exigência no quesito figurino foi o fato de uma das integrantes da comissão de formatura ter ido a um outro evento e presenciar o que ela chamou de “horrível”…

Quando ela começou a falar, eu achei que deveria ser de fato uma trajédia, mas longe disso… Ela disse ter ficado horrorizada por que um pai de uma formanda entrou com a filha na cerimônia de sport chique: Camisa social, uma boa calça jeans e sapatos…

Fiquei imaginando que pra aquela formanda só importava o fato do pai estar ao seu lado dividindo seu melhor momento com ela, mas aos olhos malditos do povo, ele deveria estar expondo a filha ao ridículo…

Poxa, desde quando nos nos tornamos o que vestimos? Tem tanta coisa mais interessante em uma pessoa do que como ela foi vestida em uma festa… Será que ninguem parou pra pensar que aquela roupa fosse o melhor que ele podia arranjar? Que ele se sentia muito bem daquele jeito, especialmente pelo momento da filha?

Julgar alguém pela roupa que usa é no mínimo futil da parte de quem o faz… O ser humano, a essência e tudo que importa não está na roupa, nem no cabelo, nem na cor da pele e nem em nada disso… Está intrinsico na alma, no coração de cada um, essa é a roupa mais linda que todos deveriamos querer exibir por ai, nossa personalidade…

Então, antes de achar alguém ridículo por estar vestido como se sente bem, tente conhecer essa pessoa, sua história, sua personalidade, e se não estiver disposto a tudo isso, simplesmente limite-se a respeitar e não julgue.

Por RebelHeartBR

Nuvem de tags