Confissões de um coração rebelde…

Posts marcados ‘Intolerância Religiosa’

Deus do amor ou do ódio?

Diversidade 

Mesmo diferentes, todos somos HUMANOS…

O que vem a sua mente quando pensa sobre Deus? Qual palavra você usaria para descrever o significado de Deus para você e em sua vida?
Para mim a palavra é amor. Amor pelos seus filhos, compaixão, paciência, tolerância e fé…

Eu vejo em Deus uma inesgotável fonte de amor. Alguem que nos amou com tanto afinco que nos deixou ser livres para traçarmos nossos próprios caminhos e fazer nossas próprias escolhas, mesmo as vezes não sendo aquilo que ele pessoalmente esperava ou gostaria. Mas quem ama é assim, respeita e não deixa de amar por que se é diferente, mas entende que nem sempre o que a faz feliz também fará a todos felizes, por isso somos indivíduos, cada um perfeito dentro de suas próprias crenças e comportamentos, e todos filhos do mesmo Deus de amor e comprensão…

Infelizmente o que testemunho hoje é um desfile de comportamentos preconceituosos, intolerantes e desrespeitosos, e muitos deles tem se sustentado nos paradigmas criados pelas religiões e na defesa ferrenha de seus seguidores do que eles julgam ser a “vontade de Deus”.

Será que estamos falando do mesmo Deus? Porque eu sinceramente não vejo onde a discriminação e o preconceito encontram lugar no coração de alguem que ama incondicionalmente. Este então não seria o Deus de amor, e sim o Deus do ódio…

Ódio pelo próximo, desrespeito ao livre arbítrio… Ódio por aquilo que é diferente, incompreendido e aos olhos cegados pela ignorancia, assustador.

Pude frequentar várias igrejas e denominações diferentes em várias ocasiões, e um fator comum que sempre ligou todas elas era a imagem do Deus bondoso, Deus do amor, misericordia…

Atitudes como as que estamos presenciando nos ultimos tempos com tanta ignorância e intolerância contra quem escolheu ser diferente da maioria só mostram que muitos dos frequentadores das religiões de nosso país, se não do mundo estão praticando sua fé de maneira equivocada… Estão adorando ao Deus do ódio e da indiferença e não ao Deus do amor que a todos criou…

As pessoas que escolheram viver uma vida diferente daquelas consideradas “normais” merece o mesmo respeito que você exige no seu dia a dia…

Todos querem ser respeitados em sua escolha religiosa, política e pessoal, mas para ser respeitado também é preciso respeitar e entender que nem todos são iguais e terão as mesmas opiniões e gostos.

Por favor amigos, irmãos, filhos assim como eu do Deus de amor, pensem melhor antes de atirar pedras em quem é diferente, aquela pessoa tem os mesmos direitos que você: Direito a vida, ao amor, ao respeito e a igualdade…

Que o Deus de amor esteja com todos nós nos orientando para que assim como ele possamos amar a todos nossos irmãos, mesmo aqueles que são diferentes de nós…

Por RebelHeartbr

Chega de Intolerância! Quero um Novo Mundo!

Só o Amor mudará essa realidade

E esse mundo que você quer deixar de herança para seus filhos?

Um mundo onde mulheres são tratadas como coisas, propriedades e não pessoas. Onde não tem direitos, muito menos em igualdade aos homens, simplesmente pelo fato de serem mulheres. Mulheres sem voz, sem defesa, sem poder e sem direito de opinar. Mundo esse onde uma mulher é condenada a morte por apedrejamento por supostamente ter cometido adultério. Absurdo esse mais uma vez sustentado pela eterna “obediência” religiosa.

Um mundo onde amar alguém do mesmo sexo é chamado de aberração, pecado, blasfêmia… E quem ama alguém do mesmo sexo é visto como criminoso e muitas vezes se vê forçado a viver na margem da sociedade, ou pior, tirar a própria vida. Mundo cego, surdo e mudo que finge não ver e não se importar com todas essas atrocidades.

Um mundo que não sabe respeitar que cada um possa ter sua própria visão de Deus e tenta impor a força aquilo que considera sua verdade. Um mundo onde não se pratica um dos maiores ensinamentos de cristo que é o amor, mas ao contrário, se mata usando seu nome e usa-se como desculpa os textos da bíblia, interpretados com ódio, preconceito e intolerância.

Um mundo onde se paga pelas suas origens. Onde a cor da pele vale mais do que o caráter e os sentimentos. Um mundo tolo onde algumas raças sentem-se no direito de subjulgar, humilhar, explorar e exterminar outras.

Um mundo onde vale tudo a qualquer preço, desde que se lucre com isso. Exporam o ser humano, mentem, enganam, matam sonhos. Destroem o próprio meio ambiente, soberbos e crentes de que estão acima do bem e do mal.

Um mundo de mentiras, desigualdade, preconceitos, exploração e ilusão.

Um mundo que não valoriza o “quem se é” mas sim “o que se possuí”.

Mundo esse que simplesmente não vê, que somos sim todos iguais. Não importa o exterior, a pele, a religião, o sexo ou sexualidade. Por dentro todos somos exatamente iguais, temos um coração que bate da mesma forma, temos sonhos e esperanças. Somos todos Seres Humanos e era somente isso que deveria contar.

Não temos o direito de julgar, discriminar, maltratar ou condenar ninguém. Nosso único direito, nato e absoluto é amar e respeitar.

O mundo precisa de uma corrente de amor, precisa de tolerância, respeito, luz e paz. Precisamos unificar nossas forças enquanto ainda é tempo e enquanto a esperança ainda tilinta, mesmo que quase apagada. Enquanto ainda temos tempo para fazer do mundo da intolerância e da dor, o mundo da igualdade e do amor para nossos filhos.

Ame, respeite, seja e deixe ser.

Por RebelHeartBR 

Nuvem de tags