Confissões de um coração rebelde…

Posts marcados ‘Maternidade’

Guerreira

gilmoregirlsGuerreira…

Sua luta começou bem cedo…

De sua gestação difícil, você carrega seqüelas que o tempo não pode apagar, mas com maestria aprendeu a lidar com elas e supera-las, pois és mais forte que tudo… 

Da infância pobre, moldou seu caráter, dádivas do amor e criação que lhe foi dada… 

Na juventude, seguiu lutando… Lutando pra poder estudar, conseguir o tão sonhado diploma e ter seu valor. Mesmo com todas as dificuldades, você chegou lá… 

De seu sonho em ser mãe veio uma gravidez complicada como a de sua mãe, e deste a luz a sua princesinha… 

Os anos foram passando, e a guerreira continuava a travar suas batalhas diárias, sem nunca perder a fé e a esperança… 

Com o passar do tempo, ganhou uma fiel escudeira… Alguém que passou a te acompanhar os passos e ajudar-te a transpor as lutas do dia a dia… 

E assim já é por muito tempo… Juntas, travamos batalhas, caímos e nos erguemos.

Com o sofrimento, aprendemos lições…

Das nossas feridas, criamos cascas que nos protegem e fortalecem… 

Sempre pude contar contigo e você sempre comigo… 

Mas meu coração está partido, dividido e dilacerado…

O mundo me chama até ele e pede que saia de seu lado pra trilhar meu próprio caminho…

Não mais estarei caminhando ao seu lado todo tempo… 

Nunca te deixarei desamparada amada guerreira…

A quem devo a vida, quem sou e o que sou… Sou graças a Você! 

Nunca quis que chegasse tal momento, mas ele chegou…

Nunca havia sentido tanta tristeza, mas hoje eu sinto… 

Agradeço por tudo, especialmente por dar-me à vida…

E mesmo distante, nunca estará sozinha… Eu sempre estarei contigo. 

Amo você, guerreira, lutadora, vencedora… Minha mãe… 

 

Por RebelHeartBR

Carta de um Bebê

203_1239-feto  

Oi mamãe, tudo bom? Eu estou bem, graças a Deus faz apenas alguns dias que você me concebeu em tua barriguinha. Na verdade, não posso explicar como estou feliz em saber que você será minha mamãe, outra coisa que me enche de orgulho é ver o amor com que fui concebida.

Tudo parece indicar que eu serei a criança mais feliz do mundo! Mamãe, já passou um mês desde que fui concebida, e já começou a ver como o meu corpinho começa a se formar, quer dizer, não estou tão linda como você, mas me dê uma oportunidade! Estou muito feliz! Mas tem algo que me deixa preocupada…

Ultimamente me dei conta de que há algo na sua cabeça que não me deixa dormir, mas tudo bem, isso vai passar, não se desespere. Mamãe, já passaram dois meses e meio, estou muito feliz com minhas novas mãos e tenho vontade de usá-las para brincar…

Mamãe me diga o que foi? Por que você chora tanto as noites?? Por que quando você e o papai se encontram, gritam tanto um com o outro?

Vocês não me querem mais ou que? Vou fazer o possível para que me queiram… Já se passaram 3 meses, mamãe, te noto muito deprimida, não entendo o que está acontecendo, estou muito confusa. Hoje de manhã fomos ao médico e ele marcou uma visita amanhã. Não entendo, eu me sinto muito bem… por acaso você se sente mal mamãe?

Mamãe, já é dia, onde vamos? O que está acontecendo mamãe??

Porque choras?? Não chore, não vai acontecer nada… Mamãe, não se deite, ainda são 2 horas da tarde, não tenho sono, quero continuar brincando com minhas mãozinhas.

Ei!! O que esse tubinho está fazendo na minha casinha?? É um brinquedo novo??

Olha!!! Ei, porque estão sugando minha casa?? Mamãe!!!

Espere, essa é minha mãozinha!!! Por que a arrancou??

Não vê que me machuca?? Mamãe, me defenda!!! Mamãe, me ajude!!!

Não vê que ainda sou muito pequena para me defender sozinha??

Mãe, a minha perninha, estão arrancando!!

Diga para eles pararem, juro a você que vou me comportar bem e que não vou mais te chutar. Como é possível que um ser humano possa fazer isso comigo?

Ele vai ver só quando eu for forte e grande… aí…mamãe, já não consigo mais… aí … mamãe, mamãe, me ajude…

Mamãe, já se passaram 17 anos desde aquele dia, e eu daqui de cima observo como ainda te machuca ter tomado aquela decisão.

Por favor, não chore, lembre-se que te amo muito e que estarei aqui te esperando com muitos abraços e beijos.

Te amo muito, Seu bebê.

(autor desconhecido)

Abortar simplesmente por não querer ter filhos pode até ser chamado de opção, mas é muito cruel com a vida que você tirou.

Aborto só deve ocorrer em casos de estupro ou risco de vida. No mais, pense melhor e receba de braços abertos essa pequena vida que Deus confiou a ti.

Consciência para vocês…

Por RebelHeartBR

Nuvem de tags