Confissões de um coração rebelde…

Posts marcados ‘terno’

Você é o que você veste?

Começo ressaltando muito bem que esse NÃO é um post para criticar a moda, a opção de vestuário de cada um e nem quem ama esse universo, uma vez que eu também sou mulher e adoro me arrumar quando vou sair e amo uma roupa bonita… Mas esse post é na verdade sobre a maneira como muitas vezes definimos outra pessoa pelo seu jeito, aparência ou especialmente pelo que ela veste…

Recentemente ouvi alguns comentários sobre isso e tais comentários me fizeram refletir… O comentário em questão era sobre a roupa que um pai de uma formanda usou no dia da formatura da filha…

Uma amiga vai ser formar e irei participar de sua formatura… A comissão fez a exigência do traje, social: homens de terno e gravata e mulheres de longo ou longuete… Sem excessões, se estiver fora desse “padrão” será impedido de entrar no salão… Tudo bem, até entendo que a ocasião é muito especial, pra mim é pelo menos, pois meu amorzão estará colando grau e desejo muito dividir esse momento com ela, então, de forma nenhuma iria vestida malfadada ou mulambenta, afinal tenho senso de ridículo…

Mas, o que motivou tamanha exigência no quesito figurino foi o fato de uma das integrantes da comissão de formatura ter ido a um outro evento e presenciar o que ela chamou de “horrível”…

Quando ela começou a falar, eu achei que deveria ser de fato uma trajédia, mas longe disso… Ela disse ter ficado horrorizada por que um pai de uma formanda entrou com a filha na cerimônia de sport chique: Camisa social, uma boa calça jeans e sapatos…

Fiquei imaginando que pra aquela formanda só importava o fato do pai estar ao seu lado dividindo seu melhor momento com ela, mas aos olhos malditos do povo, ele deveria estar expondo a filha ao ridículo…

Poxa, desde quando nos nos tornamos o que vestimos? Tem tanta coisa mais interessante em uma pessoa do que como ela foi vestida em uma festa… Será que ninguem parou pra pensar que aquela roupa fosse o melhor que ele podia arranjar? Que ele se sentia muito bem daquele jeito, especialmente pelo momento da filha?

Julgar alguém pela roupa que usa é no mínimo futil da parte de quem o faz… O ser humano, a essência e tudo que importa não está na roupa, nem no cabelo, nem na cor da pele e nem em nada disso… Está intrinsico na alma, no coração de cada um, essa é a roupa mais linda que todos deveriamos querer exibir por ai, nossa personalidade…

Então, antes de achar alguém ridículo por estar vestido como se sente bem, tente conhecer essa pessoa, sua história, sua personalidade, e se não estiver disposto a tudo isso, simplesmente limite-se a respeitar e não julgue.

Por RebelHeartBR

Nuvem de tags